Faculdade do Cefi

notícias

CEFI abre segunda turma de especialização em “Terapias Comportamentais Contextuais Baseadas em Processos”

Psicólogos e médicos que tenham interesse em se especializar em “Terapias Comportamentais Contextuais Baseadas em Processos” já podem se inscrever no curso de pós-graduação promovido pelo CEFI que inicia em agosto. O conteúdo programático completo das aulas, que traz em sua ementa tópicos como Terapia de Aceitação e Compromisso, Teorias de Aprendizagem, Mindfulness na Psicoterapia, Psicoterapia analítica Funcional (FAP), Terapia Comportamental Integrativa de Casal (IBCT), Terapia Comportamental Dialética (DBT), Procedimentos de ACT na prática clínica, Comportamento Verbal e Teoria das Molduras Relacionais (RFT), pode ser acessado aqui

O objetivo do curso é habilitar os profissionais nos processos terapêuticos baseados em evidências, ligados a procedimentos terapêuticos para ajudar a resolver os problemas dos pacientes e favorecer uma vida valiosa.

“Neste curso, será oferecido os principais processos comportamentais das diferentes terapias contextuais, integrando a parte teórica com o desenvolvimento de habilidades clínicas, aplicando os conhecimentos adquiridos em práticas de treinamento de habilidades, de atendimento supervisionado na Câmara de Gesell (sala de espelhos) e atendimentos com supervisão indireta”, explicou a Doutora em Psicologia, Diretora da Faculdade do CEFI (FACEFI) e Coordenadora do curso, Mara Lins. Também integra a coordenação do curso o Mestre em Psicoterapia, professor e autor de livros, psicólogo mexicano José Ignácio Gaitán.

As inscrições podem ser feitas clicando aqui

Também há a opção do curso de aperfeiçoamento no mesmo tema, com carga horária de 290h/aula, cujo diferencial é o(a) aluno(a) não participar da parte de supervisão e não realizar o Trabalho de Conclusão de Curso. Esta modalidade, que pode ser remota ou presencial. Clique aqui para mais informações. 

 

Sobre Terapias Comportamentais Contextuais

As Terapias Comportamentais Contextuais estão vinculadas a pesquisas básicas que ajudam a mudar e melhorar os procedimentos de tratamento e, consequentemente, auxiliar o cliente a ir em direção a uma vida que vale a pena ser vivida.

Atualmente a proposta de conceitualização das terapias na comunidade das Ciências Comportamentais Contextuais está mudando da perspectiva de procedimentos terapêuticos para a perspectiva por processos terapêuticos. Os processos terapêuticos são os mecanismos de mudança subjacentes que levam à obtenção de uma meta de tratamento. Uma formação baseada em processos terapêuticos facilita um melhor entendimento dos procedimentos aplicados na terapia, porque vincula diretamente o tratamento à teoria e, como resultado, incrementa a precisão, alcance, eficácia e eficiência dos terapeutas, para aliviar os problemas e promover uma melhoria de vida das pessoas (Hayes & Hofmann, 2018).