Qualificando Relações

O efeito abóbora das reuniões familiares

Passados 21 dias do mês de janeiro, pós Natal e Ano Novo, período no qual os encontros com a Grande Família de origem muitas vezes se estabelecem, creio ainda ser pertinente falar destas reuniões, visto que até o ano “começar”, após o carnaval, temos alguns bons dias de convívio com a família, principalmente para aqueles que estão em férias e estão na praia, junto aos pais, irmãos, tios, primos, avós, gatos, cachorros e papagaios respectivos.

A adultez e com ela a independização, promovem com que possamos ter hábitos, comportamentos, ideais de rotina diferentes de nossos progenitores. Nossos horários de refeições, dormir, acordar se estabelecem de forma associada ao que achamos melhor e aos valores e pensamentos que temos em relação à nossa vida. Também se constituem baseados no que já deu certo, por exemplo: “se eu dormir às 23h, tenho uma boa noite de sono e uma melhor qualidade de trabalho no dia seguinte”. Quando crianças nos condicionamos a horários e rotinas ensinados por nossos pais. Quando adultos e longe das “regras da família”, passamos a elaborar uma rotina que nos cabe melhor. Texto no completo no site https://bit.ly/2T3r3dX