Qualificando Relações

Celebrando o amor

No Brasil, diferentemente de outros países, o Dia dos Namorados é comemorado em 12 de junho, desde 1953, quando um empresário paulista achou que precisaria fazer render o mês de junho no comércio, que até então possuía baixo rendimento comparado a outros meses com datas comemorativas. Este dia foi escolhido por ser antecedente ao dia em que em se homenageia Santo Antônio, o tão conhecido “Santo Casamenteiro”, a quem muitas e muitos já acenderam velas pedindo a chegada do grande amor.

Curiosidades sobre o dia à parte, cabe refletirmos sobre o significado dessa data. Em geral, é o dia em que os casais costumam ficar juntos para comemorar a data propriamente dita e realizar a troca de presentes. Contudo, o Dia dos Namorados pode reservar algo para além disto, que seria o casal poder honrar e celebrar o que vem construindo ao longo de dias, semanas, meses, anos.
Uma relação amorosa se constrói a partir do momento em que duas pessoas manifestam o desejo recíproco de ficarem juntas, de amar e ser amadas, de compartilhar os bons e os maus momentos da vida. Assim como uma flor, que necessita ser diariamente regada para poder continuar viva e florescendo, um relacionamento também precisa ser cuidado desta forma por ambos os parceiros. E assim, a cada dia, a cada gesto, a cada palavra, a relação amorosa vai se construindo, se consolidando, se fortalecendo, mas também sendo sutil e gentilmente comemorada.
Porém, como temos estipulada a data de comemoração do amor entre os enamorados, podemos pensar que esta é mais uma oportunidade que o casal tem para celebrar o que construiu ao longo do tempo em seu relacionamento e também para renovar o amor, o desejo e a intenção da sua continuidade.
Vanessa Marzullo
Psicóloga do CEFI
Especialista em Terapia Sistêmica