Qualificando Relações

CEFI Integração

Apresentação

A Dependência Química tornou-seumgraveproblemadeSaúdePública. Percebemos uma doença que compõeaspectosindividuais,familiarese culturais.Diantedesta multicausalidade o CEFI propõe um tratamento com uma abordagem multidisciplinar e integrativa.

 A QUEM SE DESTINA:

*Pessoas com problemas com álcool e outras substâncias psicoativas (tabaco, maconha, cocaína, crack, ecstasy, LSD, inalantes, anfetaminas, benzodiazepínicos, opiáceos, etc).

*Pessoas com comportamentos compulsivos (jogo patológico, internet, sexo, etc).

*Familiares e rede social do dependente químico que adoecem emocionalmente e necessitam de apoio e orientação.

Equipe

  • Mara Lins

    Mara Lins

    Psicóloga (CRP 07/05966); Mestre em Psicologia Social Pela PUCRS; Doutoranda em Psicologia Clínica pela UNISINOS; Especialista em Psicologia Clínica pelo Conselho Federal de Psicologia; Membro da ABEAD (Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas); Terapeuta Individual, de Casal e Família; Especialista em Famílias com Dependência Química; Capacitação no Proyecto Cambio – Rehabilitacion Ambulatoria de la Drogadiccion (Buenos Aires – Argentina); Aperfeiçoamento em Terapia Comportamental Dialética (DBT) pelo CEFI/CIPCO; Treinamento intensivo em Terapias Comportamentais Contextuais (CIPCO em Córdoba, Argentina); Membro da ACBS (Association for Contextual Behavioral Science); Diretora do CEFI.

    Currículo Lattes
  • Andréia Podolano

    Andréia Podolano

    Psicóloga (CRP 07/06507), graduada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Mestranda em Psicologia Clínica pela UNISINOS. Especialização em Saúde Mental pelo Hospital Psiquiátrico São Pedro (HPSP). Especialista em Psicologia Clínica pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). Terapeuta Individual, de Casal e Família pelo Centro de Estudos da Família e do Individuo (CEFI). Consultora em Dependência Química. Coordenadora do Núcleo de Avaliação Psicológica (LUPA) do CEFI. Membro do Núcleo de Dependência Química (INTEGRAÇÃO) do CEFI. Atualmente, atua como Coordenadora Clínica do CEFI. Supervisora e Docente do Curso de Especialização em Terapia Sistêmica do CEFI.

  • Cláudia Muñoz

    Cláudia Muñoz

    Médica graduada pela UfPel (CRM 30457) ; Psiquiatra pela Fundação Universitária Mário Martins, Título de Especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria; Aperfeiçoamento em Terapia Comportamental Dialética (DBT) pelo CEFI/CIPCO e aluna de especialização em Terapias Contextuais de Terceira Geração na mesma instituição; Treinamento intensivo em Terapias Comportamentais Contextuais (CIPCO em Córdoba, Argentina); Membro da equipe de DBT do CEFI Contextus. Aluna do Curso de Especialização em Dependência Química pela UNIAD/Unifesp; Experiência em internação psiquiátrica, atendimento em comunidade terapêutica e atendimento em dependência química ambulatorialmente.

  • Luiz Carlos Chaves

    Luiz Carlos Chaves

    Consultor em Dependência Química com mais de 30 anos de experiência na área de tratamento e prevenção; Primeiro Diretor Presidente da Associação Gaúcha dos Consultores em Dependência Química (AGCDQ/RS-070/01); ; Membro da ABEAD (Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas); Capacitação no Proyecto Cambio – Rehabilitacion Ambulatoria de la Drogadiccion (Buenos Aires – Argentina); Coordenador do curso de Consultor em Dependência Química; Professor colaborador e Supervisor do CEFI

  • Gustavo Jaques

    Gustavo Jaques

    Assistente Social (CRESS 12322) Consultor em Dependência Química pela Associação Gaúcha de Consultor em Dependência Química (AGCDQ/RS-070/02); Capacitação no Proyecto Cambio – Rehabilitacion Ambulatoria de la Drogadiccion (Buenos Aires – Argentina); Consultor do Centro de Tratamento às Adições Villa Janus (POA-RS); Consultor; Vice-Presidente da FIPAD (Fundação de Incentivo a Pesquisa em Álcool e Drogas); Professor Colaborador e Supervisor do CEFI.

  • Anelise Moraes de Menezes

    Anelise Moraes de Menezes

    Consultora em Dependência Química pelo CEFI (AGCDQ/RS-163/12); Graduanda em Psicologia pela Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul; Capacitação em de Entrevista Motivacional na Dependência Química (CEFI); Curso de extensão universitária Prevenção do uso de drogas pela Universidade Federal De Santa Catarina; Curso de extensão em Acompanhamento Terapêutico pelo Instituto Contemporâneo de Psicanálise e Transdisciplinaridade; Trabalhou como consultora em DQ na Clínica São José, no CDQUIM (Hospital Parque Belém) e na Comunidade Terapêutica Marta e Maria.

  • Marilene Eggers Alves

    Marilene Eggers Alves

    Psicóloga (CRP 07/24721); Terapeuta de Casal e Família com Especialização em Famílias com Dependência Química; Membro do Núcleo de Avaliação Psicológica do CEFI. Professora colaboradora do CEFI.

Cursos

  • Consultor em Dependência Química

    Dom, 24 de Setembro de 2017 Leia Mais

Sugestões de Filmes

  • Johnny & June

    Johnny Cash, "O Homem de Preto", como passou a ser considerado – por sempre estar vestido de roupas negras em seus shows – entrou em longas turnês conjuntas, acompanhado por gente como Elvis Presley, Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Roy Orbinson e June Carter. Para segurar uma agenda de mais de trezentos shows ao ano, Cash viciou-se em anfetaminas, que foi o derradeiro motivo para que sua esposa o deixasse, após uma série de conflitos. Ele viu ainda a qualidade do seu trabalho ser afetada e acabou por se envolver com problemas com a justiça – foi preso ao ser descoberto carregando anfetaminas dentro de seu violão. Só o amor de sua mulher pode o ajudar.

  • Diário de um adolescente

    Jim Carrol (Leonardo DiCaprio) é um jogador de basquete do ensino médio. Sua vida é focada unicamente no esporte e seu sonho é ser uma grande estrela. Uma de suas funções é conseguir drogas para ele e seus amigos. Jim cai no mundo escuro das drogas e se mete em uma série de crimes e até tenta a vida com prostituição. Com o passar do tempo, sua situação fica pior. Uma noite, após sonhar que era jogador profissional de basquete e cair quase pelado na fria neve. Jim desperta com o velho amigo Reggie que Jim muito admirava e sonhava em jogar com ele. Jim tenta fugir, porem é impedido por Reggie que conta como foi sua vida e seu passado com as drogas. Com a ajuda de Reggie, Jim ganha forças para lutar contra sua dificuldade e algo surpreendente acontece.